ENGANO

 

Vim pela noite da vida

De fracasso em fracasso

E depois de tanta descida

E vencido o cansaço

Após a velhice sentida

E da tumba o abraço

Galgo em outra subida

Nova vida outro espaço

Depois da morte é que ví

Quanto eu era amado

Tanto e nem percebi

Felicidade ao meu lado

Agora torno a falar

Cheio de esperança

Grita em meu peito outro amor

É outro amor que me alcança

Assim eu volto da morte

Que é sempre a sina

Gritando que agora eu sei

Que a vida não termina

Ontem eu era tão triste

Mas hoje hei de dizer

Que solidão não existe

Você precisa saber

Que o amor de amar

Nunca se cansa

Que voltarei a cantar

Alegria e bonança

Antonio Maria- Guarujá

20/09/ -   19:40h

Arranjo e Voz Marisa Cajado – Som artesanal

 

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.