Outra melodia que Vinicius nos enviou fala da droga. Uma melodia para jovens.

DROGA QUE NADA

 

Droga que droga
Droga que nada
A vida é preciosa
Não é uma piada

 

Tem gente que conta
Que a vida é nada
Que é um faz de conta
Que ao morrer acaba


Essa gente é iludida
Com conversa fiada
Droga que droga
Droga que nada

 

Volúpia maior
Não há usufruir
Que a verdade a si expor
Pra liberto sentir

 

No universo voar
Sem ser algemado
Droga que droga
Droga que nada.

Vinicius de Moraes -
Guarujá 10/05/93

 

Direitos Autorais Reservados

Marisa Cajado/Cancioneiros  do Infinito

por inspiração de Vinicius de Moraes

Estrada Cascavel/São Paulo, 10/05/93 - 10:50 hs

Midi: Arranjo Sibélius

Siga a flecha para mudar de página

 

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.