ATÉ UM DIA

Meu mundo caiu
E muita gente
Me ajudou a levantar
E o tempo seguiu
Apontando
Que fui eu mesma
A derrubar
Aqui percebi
Que eu que deveria
Ter tido pena de mim
Agora aprendi
Que eu é que teria
Que importar
Com o meu fim
Mas já compreendi
Que ainda tenho
Muito que aprender
E fico feliz em saber
Que um dia hei de renascer
Sem falar mais; bom dia tristeza
Só hei de cantar
Harmonia e beleza
De chorar vou ter eu bem sei
Mas o pranto
Hei de vencer
E toda tristeza
Da tarde vazia
Eu transformarei
Em trabalho e alegria
Até um dia........

Maysa Matarazzo
Letra -ônibus -Gja-S.P.-17:45 h
Melodia-rodoviária do Tietê-19:00
Ambas em 18/10/90

Arranjo : Sibélius

Voz : Marisa Cajado

Siga a flecha para mudar de página.

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

 

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.