PAZ NO POENTE

Quando anoitece

E a passarada  volta ao ninho

E a lua aparece

Iluminando  meu caminho

A alma em prece

Esquece a dor que  é o espinho

Fincado numa haste

Onde a rosa é o destino

Então eu sinto

Um cantar  no coração

A dor não me amola não

Esperança  vai na frente

É uma paz

Que eu nem consigo  explicar....

Mas que deixa o coração

Com vontade de amar

 

Direitos Autorais Reservados

Marisa Cajado/Cancioneiros  do Infinito

por inspiração de Herivelto Martins

Guarujá, 18/11/93 - 11:30 hs

 

Fundo Musical: "Paz no Poente"

Intérprete: Célia Tomboly

Imagem: Tela Marisa Cajado

Siga a flecha para mudar de página.

Livro de Visitas

Clique na clave de sol