-

CURIOSIDADES SOBRE  ARI BARROSO

Como bom boêmio, o compositor Ari Barroso apreciava os petiscos dos botequins cariocas, onde era freqüentador assíduo, saboreava galinha frita com as mãos e bebia whisky. Além da fama de genial compositor, Ari Barroso (1903-1964) é conhecido por ter sido um dos maiores farristas do seu tempo. Bom de copo, irradiava alegria entre os boêmios cariocas.

Na mesa com os amigos, era dos mais falantes, sempre com ótimas tiradas e humor às vezes irônico. Ari chegava ao entardecer aos bares, com uma entusiasmada turma composta de gente como Vinicius de Moraes, Antônio Maria, Sérgio Porto, entre muitos outros. Naturalmente, bem acompanhado de uma generosa dose de whisky, servida com pedras de gelo e um pouco d'água. Muitas vezes optava pela cerveja.

"Ele era o dono da mesa, muito espirituoso e engraçado", define o jornalista e escritor Sérgio Cabral Santos, autor da mais completa biografia do músico, No Tempo de Ari Barroso (Lumiar Editora, Rio de Janeiro, 1993).  

Dizem que foi ali o memorável encontro de Vinicius de Moraes e Tom Jobim. O primeiro de uma série histórica. O espanhol Antônio Vasquez, hoje proprietário do bar, era garçom na época e serviu muito a mesa de Ari.

"Ele chegava às 18 horas em ponto", conta. "Eles vinham todos os dias. Ficavam até as 21 horas e depois iam embora.

O compositor morou por muitos anos no Leme, na hoje chamada Ladeira

Ari Barroso. Naquela casa, oferecia alguns almoços caprichados para amigos e pessoas importantes de passagem pela cidade. Era comum servir feijoada. Na redondeza de sua residência, freqüentava o Fiorentina, restaurante que agora tem sua estátua na porta, para brindar os visitantes com o cliente ilustre.

http://gula.ig.com.br/reportagens/148_ari_barroso.shtml

 

Siga a flecha para mudar de página

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.