CANTO DE FÉ

 

Se tens fé não te espante

A dúvida se erguer não

Se tens fé se agigante

A força no teu coração

Se tens fé sê o servo

Humilde a perseverar

Se tens fé sê a voz

Que emudece pro exemplo falar

Se é de fé o teu verbo

Não há de calar

Se tens fé a Divina aliança

Não vai te faltar

Ergue sem medo tua voz

E espalha bonança

Derrama no orbe cansado

Teu canto ousado

De paz e esperança

Eleva bem alto o teu som

E entrega o recado

Que há quem resguarde este dom

Te guie e te guarde aqui deste lado.

 Melodia enviada por Ari Barroso no dia em que recebi uma crítica sobre as composições.  Em seguida Vinicius me enviou Fé e Prova, que citarei quando falar sobre ele.

Ari Barroso - Guarujá,07/08/91 -  Voz Célia Tomboly – Arranjo Claudio Roza

 

Siga a flecha para mudar de página

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.