AQUELA MULHER

Vocês estão vendo
Aquela mulher
Que passa sorrindo
Ela já viveu
Sorrindo e criando
Um sonho perdido
Teceu ilusões
Nas mentes vazias
Dos claros salões
Na falsa alegria
Brilhava e vivia
Em muitos corações
Agora sorri
Vestida de trapos
Embalando nos braços
Aqueles que um dia
Envolveu em orgias
Nos falsos abraços
Mas sofre calada
O frio gelado
De outra madrugada
Sabendo que a dor
Lhe dará a vitória
No fim da estrada


Lupicínio Rodrigues por Marisa Cajado
Belo Horizonte
03/03/91  00:30 h

 

 

Direitos Autorais Reservados

Marisa Cajado/Cancioneiros  do Infinito

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

 

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.