UM GÊNIO DO SÉCULO XX
 
 

CHARLES SPENCER CHAPLIN

. http://www.culturabrasil.pro.br/chaplin2.htm

“O Sol está despontando, estamos saindo da escuridão para a Luz. Estamos caminhando para um novo mundo. Um mundo melhor onde os seres humanos se elevarão acima de seu ódio, de suas cobiças, e brutalidade. Olhe para o Alto, Ana. À alma dos seres humanos foi dado asas e finalmente ele está começando a voar. Estão voando para o arco-íris. Para a Luz da esperança, para o futuro. O futuro glorioso que pertence a você, a mim e a todos nós. Olha para o Alto. Para o Alto!”

Charles Chaplin, em “o grande ditador”, 1940

Raras vezes a palavra gênio  definiu alguém com tanta propriedade, quanto a nos referirmos a Charles Chaplin.
O renascimento produziu gênios do quilate de Shakespeare, Bacon, Da Vinci, Maquiavel, a revolução industrial produziu gênios como Freud, Chaplin...
A vida de Charles Chaplin, toda ela nos conta desta genialidade e sua visão futurista, acreditando em um mundo muito melhor, pacificado e harmônico.
    Nascido na Inglaterra nos últimos anos do século XIX, a virada do século se dá em sua infãncia, paupérrima, envolvido por vários problemas econômicos e domésticos.
Filho de artistas fracassados, seu caminho mas foi no despontar da “sétima arte”, o cinema, onde eclodiram  seu maravilhosos talentos

 Protagonizou, dirigiu, produziu, escreveu e musicou mais de setenta filmes, quase todos mudos, embora o som fosse  tornando-se uma obrigatoriedade dentro da "sétima arte".
 Chaplin, no entanto não queria que a fascinante figura do "Tramp" * falasse. Quando teve que fazê-lo pressionado pelo cinema falado, sua fala tornou muda a platéia no mais sublime discurso humanista, jamais escutado: “ O último discurso do filme : O grande Ditador
     http://www.culturabrasil.pro.br/chaplin2.htm
Alguém que foi capaz de enxergar com tanta  lucidez, quando ainda na dimensão terrena, o caminho do futuro da humanidade, prevendo a luz que a alcançaria, não se pode furtar ao compromisso de continuar iluminando a Terra com sua arte agora celestial.
Enviou-nos a composição intitulada Trajetória do amor, que sintetiza o caminho de luz para a eternidade.

Imagem: Tela Marisa Cajado

Siga a flecha para mudar de página.

Livro de Visitas

Clique na clave de sol