NESTA TOADA

NESTA TOADA

Nesta toada
Vou seguindo pela estrada
Com uma saudade danada
Da gente do meu torrão
Aqui tem festa
Cantador muita seresta
Mas saudade ainda aperta
Faz doer o coração
Mas a cantiga
Agora manda outro lero
Ir pra frente eu também quero
No rumo da evolução
Vou aprendendo,
Coisa nova vou juntando
À espera de até quando
Vou voltar pro meu sertão
Os meus amigos
Eu aqui fico aguardando
Todo dia que vem vindo
Gente nova vem chegando
É um vai e vem
No traçado do destino
Mas por conta do divino
Sei que vou voltar também

Luiz Gonzaga
Guarujá 14/09/92- 24:30 h

 

Siga a flecha para mudar de página.

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

Livro de Visitas

Clique na clave de sol