OUTRA MODINHA

 

Minha modinha, agora é renovada.

Pela minha estrada,

Vejo outro caminho.

Recordo ainda a doce namorada

Mas agora sei,

Que já não vou sozinho.

De tantas vidas,  de tantos amores.

Guardo a saudade,

 No peito escondida.

Trago a verdade ainda a ser vencida.

Traço o roteiro, pra uma nova lida.

Vejo da janela um roseiral imenso

A espargir perfume

Em luzes multicores

Em meu pensar ainda está suspenso

A minha Terra

E o meu viver de dores.

Mas é primavera, aqui neste rincão.

E é mais bela agora a nova visão

E depois do inverno desta encarnação

Como verde avenca sinto a esperança

Reflorir em penca no meu coração.

Sergio Bittencourt - Guarujá,31/03/87

Voz : Marisa Cajado - Arranjos -  Sibélius

 

Siga a flecha para mudar de página

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

 

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.