O DESPERTAR DA MINHA MEDIUNIDADE

 

JESUS CRISTO CITAVA:

“ Aqueles que tem olhos para ver que vejam  e ouvidos para ouvir que ouçam”

A minha formação, na atual existência é espírita desde a adolescência. Sempre senti a realidade interior naturalmente, porém tive que desenvolvê-la, através da vivência dia a dia. Passei por várias transformações, estudos e práticas através do espiritismo a quem sempre  dediquei a maior atenção e carinho, até estar pronta para as tarefas que eu teria que prestar, no compromisso que assumi ao renascer.

COMO ACONTECEU MEU RELACIONAMENTO COM OS CANCIONEIROS

 

Naquela tarde da década de 70, aconteceu o meu primeiro contato interdimensional, e com ele  o primeiro recado para o meu trabalho.

Enquanto aguardava uma amiga, Lidya Yolanda Câncaro,  grande médium, seareira do Cristo. Sentada no carro, surgiu num repente, uma melodia que cantava em minha mente, inteira e perfeita. Não tive dificuldade de anotá-la ali mesmo.

Cantei a música para minha companheira e fomos envolvidas por uma imensa paz

Senti-a como o som de minha alma e foi esse o título que lhe atribuí. Entretanto, muito deveria caminhar para compreender o som da alma.

Interessante notar que esta melodia chegou dez anos antes das outras. Veio mesmo como um sinal do compromisso.          

Nesta época, minhas filhas eram pequenas e as atividades de mãe , dona de casa e professora, tomavam-me quase todo o tempo. Durante dez anos, estive num processo intenso de compromissos  que não me proporcionavam o devido tempo para  o trabalho que desenvolveria mais tarde. Tempo de maturação.

Não me afastei dos trabalhos do centros, dos trabalhos assistenciais. Sempre participei.

Bem mais tarde fui perceber o grande recado do som da alma a indicar-me um roteiro, apontando um sério compromisso. Mudanças radicais operaram-se em minha vida particular e entendi a mediunidade como um auxilio para prosseguir  com fé e esperança.

A cada melodia que recebia era banhada por uma energia ímpar que me dava forças para seguir adiante.

 

Siga a flecha para mudar de página

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

 

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.