SOU A MÚSICA

Marisa Cajado

 

No contexto do universo

Sou voz em tom expresso

Do som da divindade

Toco o acorde da alma

Que  estimula e acalma

O cerne da humanidade

Onde o  concerto Divino

Profundo e Cristalino

Exprime-se naturalmente

Alcançando pedras, ninhos

A fauna, o solo, os caminhos

No tom  do eternamente.

Estou  na voz do vento

Suave ou em tormento

Acompanhando a vida,

Desde o princípio da Terra

Nas lutas que ela encerra

A dar-lhe paz e guarida.

              

Inspirei o guerreiro iludido

Também o  homem vencido

Porque, a minha missão

È de acordar a grandeza

Que dormita na fraqueza

Dos pobres de coração.

Em tantos  hinos de glórias

Exaltei muitas vitórias

Nas ilusões que traduzem

Até o homem encontrar

O vórtice angular

Representado nas cruzes.

Então em  elevação

A alma  sem divisão

Retornará ao seu lar.

Sou a música  que  embala

Enquanto à sua alma fala:

Amigo, Viver é amar

 

Siga a flecha para mudar de página

 

Imagem: Tela Marisa Cajado

 

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

 

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens,

dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.