A  MEDITAR

Marisa Cajado

 

Meu olhar pairou
Além da janela aberta
Segui por ela alçando o vazio
E fui  galgando a amplidão
Ouvindo o grito
De alerta
Para o coração aflito
Ante tanta indagação.


Então... fiquei a meditar
Naquele espaço
Preenchido pelo ar.
Naquele mar obediente
E persistente
Em sua dança frenética,
Consciente
Num ritmo cadenciado
Em perfeição.


No movimento da Terra
Definido
Que não sinto,

mas o sei repartido
Em dias e noites
De eternidade em fração
Nos bilhões de estrelas colorindo
O palco universal e refletindo
A luz augusta da amplidão.


Não sei meu Deus compreender-te
A forma, a essência a gama
Mas tua presença em mim é chama
Na certeza que esta força traz.
Não quero falar, nem saber , quero ser
Esta luz, esta harmonia

Esta energia, esta paz!

 

 

 

Direitos autorais reservados ao autor: para publicar, solicite autorização via e-mail.

 

 

Clique no envelope envie esta página para até 10 amigos:

 

 

Livro de Visitas

Clique na clave de sol

Fundo Musical: Jesus - Marisa Cajado/Cancioneiros Do Infinito

 

Arranjo: Sibelius

 

Imagem -Tela Marisa Cajado

 

 

 

 

©  Copyright 2002 e 2003  Marisa Cajado  -  Todos os direitos reservados*

*É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site ou qualquer outro modo de veiculação  sem a autorização expressa dos autores ou dos detentores de copyright do texto, das imagens, dos arquivos de som, da formatação e dos demais elementos que compõem a página.

 

Direitos autorais protegidos pela lei 9.610/98.